Projeto "Agora vou engravidar": etapa final!

Olá Amigas!

Chegamos à fase final (e não menos importante) do ciclo: a fase lútea (veja mais em  A importância da fase lútea para engravidar). É nesse momento que, dando tudo certo durante a ovulação e que tenha ocorrido a fecundação, você tem que cuidar do seu corpo e esperar o atraso menstrual.

Sei o quanto é difícil aguardar esse atraso. É difícil, também, depois de tanto esperar, receber um negativo. Mas, o mais importante é manter a calma e seguir nesses dias sem estressar demais.

O que fazer então na fase lútea?


1) Continue medindo a temperatura basal: isso é de grande importância (repito isso sempre). Na fase lútea a TB dá uma subida em relação à fase pré-ovulatória. Se você já mede a temperatura há mais tempo, já sabe quanto tempo dura a sua fase lútea, e se a temperatura continuar alta pelo menos 5 dias após o término dessa fase e a menstruação não tiver descido, é hora de fazer um teste de farmácia. Se a temperatura sobre uma queda mais brusca no último dia da fase lútea, provavelmente sua menstruação chegará neste dia (ou no próximo). O importante, nesse caso, é não desistir e partir cheia de vontade para o próximo mês de tentativas.

2) Consuma abacaxi: toda fruta faz bem à saúde. Agora imagine uma fruta que também ajuda na fixação do embrião? Essa fruta é o abacaxi. Para a fixação do embrião, o endométrio necessita de uma espessura mínima para o sucesso da nidação. Alguns especialistas sugerem, pelo menos, 7mm de espessura. Há mulheres que não conseguem engravidar porque o útero não chega a essa espessura mínima (casos de ciclos muito curtos, por exemplo). Existem remédios indicados pelos ginecologistas para ajudar nesse aumento. Mas temos no abacaxi um método natural para auxiliar, já que essa fruta apresenta nutrientes que a torna anticoagulante natural. 

Como você deve consumir o abacaxi? Após a ovulação, durante 5 dias seguido em jejum. Você deve consumir uma fatia grande com o talo (parte que contém mais enzima bromelina).

3) Relaxe e espere o possível atraso: sei que isso é difícil, mas não adiante desesperar. Nada de fazer testes de farmácia antes do atraso (só se gostar de jogar dinheiro fora). Vai assistir a um filmes, ler livros. Se você trabalha, não fique durante o expediente com a cabeça voltada para suas tentativas de engravidar. Converse com seus colegas. Sei que é difícil, mas fica a dica.

4) Menstruação atrasou: se isso ocorreu, não desespere para fazer o exame de farmácia. Aconselho a seguir as dicas que dou no post 4 perguntas a se fazer antes de realizar o teste de farmácia.

Por aqui termino o especial de 3 posts do projeto "Agora vou engravidar". Espero que tenham gostado das dicas e que elas ajudem bastante no projeto de cada uma de vocês. Quero receber notícias.

Dê uma olhada, também, nos dois primeiros posts:



Abraços e até o próximo post.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br

Projeto "Agora vou engravidar": segundo passo

Olá Amigas!

Esperam que estejam animadas e disciplinadas com o projeto "Agora vou engravidar".

Sei que muitas de vocês ainda devem estar no meio do ciclo menstrual só esperando a menstruação chegar para iniciar o seu projeto. É isso mesmo! Seja confiante e faça tudo direitinho, para quem sabe ter seu positivo logo no no primeiro ciclo de tentativas com o projeto (isso seria demais,não é?).

Nesse segundo post, vou tratar da fase ovulatória e o que deve ser feito nesse período.

Estou para ovular. E agora?


Estamos chegando ao momento mais esperado do mês para quem está nas tentativas para engravidar. Até agora, você estava fazendo tudo direitinho: medindo a temperatura basal, tomando o elixir de inhame e treinando.

Entre 16 e 32 horas antes da ovulação há um aumento de hormônios que desencadeará a liberação do óvulo. Você estará, então, na Fase ovulatória (veja mais sobre essa fase AQUI).

Essa é a fase mais curta do ciclo, e passa rápido (2 ou 3 dias e lá se foi). Perder esse momento significa esperar mais um mês para a próxima ovulação. E cá para nós: um mês é muita coisa nessa vida de tentante.

O que fazer nesse período?

1) Continuar a medir a temperatura basal: isso é lei a ser cumprida. Aliás, durante o ciclo inteiro. A partir dessa medição que você saberá quando ovulou (pelo menos terá uma noção desse momento).

2) Observar muco vaginal: Se conhecer é muito importante. Observe seu muco vaginal. Ao se aproximar da ovulação o muco vai mudando e próximo à ovulação ele estará como uma clara de ovo. Nem todas as mulheres percebem a presença desse muco pois ele pode cair direto no vaso sanitário quando urinamos. As que percebem, veem o muco no papel higiênico ao se limpar. Você também pode se tocar para verificar a presença do muco, mas ao fazer isso, higienize bem as mãos.

3) Observar os sinais do corpo: Muitas mulheres sentem dores nos ovários quando estão para ovular. Passe a prestar atenção para ver se isso ocorre com você.

4) Verifique se houve queda da temperatura basal: o dia da queda é o dia da ovulação, o grande momento do mês para as tentantes.

5) Utilize testes de ovulação: se você ainda quiser, pode utilizar os testes de ovulação para ter certeza do dia em que ela ocorre. Eles são comprados em farmácia e devem começar a ser utilizados pelo menos 3 dias da data provável da ovulação. Como você já está medindo a temperatura basal, será mais fácil utilizar os teste como complemento.

6) Continue treinando: é o mais importante a se fazer nessa fase do ciclo. Como tratei no primeiro post desta série, treine, pelo menos, dia sim dia não. Treinar todos os dias não faz mal (é até bom para a pele rsrs), só não se esquecendo que tem que fazê-lo, afinal é o momento mais importante do ciclo. Para quem já está medindo a TB, tem uma ideia de quando a temperatura vai cair, assim você pode intensificar os treinos durante os sete dias do  período fértil (ovulação, três dias antes e três dias depois).

Ufa! Muita coisa para pensar e fazer. Agora é ir à luta. Não é muito difícil não, aliás é prazeroso.

Para quem está chegando agora, não esqueça de dar uma olhadinha no primeiro post da série em Projeto "Agora vou engravidar": primeiro passo .

Até o próximo post!

Abraços.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br

Projeto "Agora vou engravidar": primeiro passo

Olá Amigas!

Essa semana vou fazer três posts especiais com um roteiro de ações a serem seguidas durante todo o ciclo feminino para se conquistar o tão sonhado positivo. Eu dividirei os posts da seguinte maneira: na segunda-feira (hoje) tratarei da fase pré-ovulatória e os preparativos a serem feitos nesse período do ciclo. Na quarta-feira, ficaremos com o grande momento do nosso ciclo: a fase ovulatória; e por fim, na sexta-feira, teremos a fase lútea, com todas as ações que temos que proceder nessa fase.

Essa série de post é como um guia que você deve seguir durante todos os dias de seu ciclo, sendo disciplinada e sem deixar a preguiça tomar conta de você. Estou passando nesses três dias dicas de como eu procedi nas minhas duas gestações para poder engravidar, e vou te dizer que foi muito bom, principalmente para conhecer meu corpo e reconhecer sinais enviados por ele. Então, não custa nada tentar. Vamos lá?

Fase pré-ovulatória

 Essa fase se inicia do primeiro dia do ciclo (primeiro dia de menstruação) e vai até o dia anterior da ovulação.

O que deve ser feito nessa fase:

1) Iniciar a medição da temperatura basal: pode-se iniciar essa medição desde o primeiro dia do ciclo (se medir pela boca ou ânus) ou a partir do 5º dia (ou quando terminar a menstruação) se a medição for feita pela vagina. O mais recomendável é que seja feita pela vagina ou ânus pois pela boca pode haver variação. Medir a temperatura basal é muito importante para conhecer seu corpo e saber como ele se comporta antes, durante e depois da ovulação. Esse método é um grande aliado de quem quer engravidar. (Veja mais em Temperatura basal);

2) A partir do 7º dia iniciar o uso do elixir ou chá de inhame: na realidade, o elixir ou chá deve ser consumido por 8 dias terminando no dia em que você vai ovular. Estou considerando aqui um ciclo de 28 dias, mas você vai adaptar essa contagem e a administração do produto com seu ciclo. Se quiser mais informações veja em Engravidei tomando Elixir de inhame e Elixir de Inhame II ;

3) Iniciar os treinos: essa a melhor parte. É só aproveitar. Se não treinar não tem como engravidar, não é mesmo? O período fértil se inicia, mais ou menos, sete dias antes da ovulação. Então, a partir desse dia, você pode treinar todos os dias (se tiver pique, é claro), ou dia sim dia não (aconselhável). O que não se deve é deixar de treinar.

Esses são os primeiros passos a se seguir na busca pelo positivo. Siga direitinho, preparando para a ovulação.

Se você quiser saber um pouco mais das fases do ciclo menstrual veja em: Fases do ciclo menstrual e A importância da fase lútea para engravidar.

Quer ver o próximo passo, dê uma olhada no post Projeto "Agora vou engravidar: segundo passo".

Abraços a todas.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br



A importância da fase lútea para engravidar

Olá amigas!

Como está tudo?

No último post (Fases do ciclo menstrual) tratei um pouco das fases do nosso ciclo menstrual e como identificá-las, auxiliando nas tentativas de gravidez.

Neste post, tratarei mais especificamente da fase lútea, que é importante para a futura gestação.

O que é a fase lútea?


É a última fase do ciclo menstrual, tendo duração entre 11 e 16 dias, sendo o padrão 14 dias (para mulheres que possuem ciclo de 28 dias). Ela se inicia logo após a ovulação e termina, se não houver gravidez, com a menstruação.

Durante a fase lútea, o hormônio chamado progesterona (que tem sua produção aumentada com a formação do corpo lúteo) trabalha para manter o endométrio forte para uma possível nidação e, consequentemente gravidez.

Não ocorrendo uma gestação, os níveis de progesterona caem e o endométrio se descama originando a menstruação.

Minha fase lútea tem menos de 11 dias. E agora?


Fase lútea menor do que 11 dias pode atrapalhar quem deseja engravidar pois o óvulo fecundado pode demorar entre 4 e 15 dias para chegar ao útero. Se, por exemplo, você engravidar tendo uma fase lútea de 10 dias, e o óvulo fosse demorar 12 para chegar ao seu útero para a nidação, infelizmente sua gestação não seguiria pois seu endométrio já teria descamado e você já teria menstruado quando esse óvulo chegasse ao útero, sendo o mesmo eliminado junto com a menstruação.

Se você perceber que esse é seu caso, procure um médico pois há remédios no mercado (alguns famosos que não vou citar o nome pois o melhor é procurar um médico) que são indicados para aumentar o nível de progesterona no organismo e, assim, aumentar a fase lútea.

Minha fase lútea tem mais de 16 dias. O que pode ser?


Quando a fase lútea tem mais de 16 dias, pode ser que seu organismo esteja produzindo mais progesterona do que necessário, podendo não ocorrer a queda do mesmo e a menstruação não ocorrer. Mas uma vez é necessário consultar um especialista para analisar a situação e, se necessário, indicar um tratamento com medicamentos para normalizar a produção de progesterona.

Como saber o tamanho da minha fase lútea?


Sempre aconselho a utilizar o método de temperatura basal para identificar de maneira mais clara possível cada fase de seu ciclo. Medindo sua temperatura todos os dias, durante pelo menos 3 meses, você identificará o provável dia de sua ovulação e saberá qual é o tamanho de sua fase lútea.

Mais uma vez, é importante conhecer bem o funcionamento de seu organismo para que você esteja consciente do que acontece internamente com você. Desta forma, as chances de engravidar aumentam bastante.

Por hoje é só. Qualquer dúvida, sugestão e opinião, deixe seu comentário.

Abraços.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br






Fases do ciclo menstrual

Olá a todas!

Voltando para tratar um pouco mais das fases do nosso ciclo menstrual. Como eu tratei no post Você quer engravidar? Conheça seu ciclo menstrual, compreender como nosso ciclo funciona é de grande importância para entender melhor seu organismo e auxiliar na caminhada rumo ao tão sonhado positivo.

Sei que quando não pensamos em engravidar, o que importa mesmo para gente é saber quando a menstruação chega, apenas para nos prevenir e ter sempre um absorvente na bolsa.

Mas saiba que nosso ciclo é muito mais complexo do que apenas saber datas. Ele é uma preparação do nosso corpo para a receber uma nova vida.

E como se divide nosso ciclo?

Nosso ciclo se divide em três fase: folicular, ovulatória e lútea. A duração de cada uma delas é particular a cada mulher, pois depende do tamanho do ciclo de cada mulher.

Vou considerar, para fins de explicação, o ciclo padrão de 28 dias. Desta forma, as fases ficariam assim divididas:

1ª ) Fase folicular: é quando ocorre a preparação do folículo que se tornará o óvulo que será liberado para a fecundação. Essa fase se inicia no primeiro dia da menstruação e vai até o 12º dia do ciclo (estimativa de tempo);

2ª) Fase ovulatória: é a fase mais tensa para as tentantes pois é o momento em que sabemos que estamos fértil. Você tem muita expectativa de dar tudo certo e conseguir seu positivo. Essa fase dura cerca de 8 dias sendo o ápice no 14º dia do ciclo (dia da ovulação);

3ª Fase lútea: é a fase pós-ovulatória. Dura cerca de 10 dias. Durante essa fase o zigoto (embrião) formado nas trompas desce para o útero e se fixa no endométrio (se houver fecundação). Em boas condições, há a nidação e começa o desenvolvimento da gestação. Se não ocorrer fecundação, ao final dessa fase o endométrio se descama e temos um novo período menstrual. O ideal é que a fase lútea dure entre 11 e 16 dias.

E se meu ciclo não for de 28 dias?


Nem todas as mulheres possuem ciclo de 28 dias, assim é necessário recorrer a outros métodos para identificar a ovulação e, por consequência, as fases de seu ciclo menstrual. 

Uma alternativa são os testes de ovulação vendidos em farmácia. Com eles você saberá o dia provável de sua ovulação e verá qual tamanho será sua fase lútea.

Outro método é a medição da Temperatura basal (veja como funciona AQUI). Com ele você terá uma ideia de como seu ciclo funcionada como um todo, visualizando cada fase. É um ótimo método para quem está tentando engravidar ou para aquelas que querem apenas conhecer melhor seu ciclo.

Conhecer seu ciclo é muito importante para entender melhor como funciona seu organismo. Além disso, esse conhecimento pode ser um grande aliado na busca pelo tão sonhado positivo.

Um grande abraço a todas e até o próximo post!



sonhadamaternidade.blogspot.com.br




Teste de farmácia: estou preparada para um negativo?

Olá tentantes!

A busca pelo tão sonhado positivo é árdua. São cerca de 14-15 dias de tensão após o provável dia que você ovulou. Isso considerando que você tem um ciclo menstrual regular. Se a menstruação atrasa um dia já começa o dilema: devo fazer o exame de farmácia? E se der positivo? E se der negativo? Será que estou preparada para esse resultado?

Nunca estamos totalmente preparadas para o negativo. Afinal procuramos fazer tudo certinho durante o ciclo e não queremos frustrações. Mas essas acontecem. Bate aquele desespero.

Esteja sempre ciente que o negativo é um resultado mais comum do que positivo, toda mulher tem, em cada ciclo, 25% de chance de engravidar (que diminuiu com a idade, principalmente após os 40 anos). Assim, é mais fácil você não conseguir engravidar do que conseguir.

Você deve saber que, para minimizar tristezas, o melhor é não correr para fazer o exame assim que atrasar um dia. No post 4 perguntas a se fazer antes de realizar o teste de farmácia explico o melhor momento para se realizar esse teste.

Se você fez tudo direitinho durante o ciclo e na hora de fazer o teste lá vem aquela única linha para te apavorar. Nesse momento vale a pena pensar: será que fiz o teste no momento certo. Nesse caso espere mais cinco dias e repita. Se não, nada de ficar gastando dinheiro comprando mais testes. Sua menstruação provavelmente vai descer. Talvez você tenha tido uma ovulação tardia e, se estiver grávida, o teste pode demorar mais para detectar uma gravidez, ou você pode não ter treinado nos dias corretos por causa desse atraso da ovulação. 

Se o resultado continuar negativo após cinco dias passados do último teste que você realizou, mais uma vez aguarde sua menstruação. Se ela não descer, aí sim pode repetir o teste de farmácia após 15 dias ou procure um médico em caso de outro negativo, pois pode estar ocorrendo algum problema.

O importante é não ficar triste e partir para o próximo mês de tentativas. A frustração daquele momento vai passar e novas forças vão surgir para o novo ciclo que se inicia. E se prepare pois um dia você verá as duas listras de seu tão esperado positivo.

Abraços a todas.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br

 

5 formas populares de descobrir o sexo do seu bebê

Olá meninas!

Hoje estou escrevendo para as gestantes (e futuras gestantes curiosas) para falar das diversas maneiras que a crença popular utiliza para tentar descobrir o sexo do bebê antes dos exames de ultrassom.

A curiosidade mata a gente. Ficamos procurando as mais diversas informações na internet que possam acabar com a ansiedade de saber se teremos um menino ou uma menina.

Eu separei 5 maneiras populares de se descobrir o sexo do bebê antes do ultrassom para você testar. Algumas dessas maneiras são passadas de boca em boca, vindas de nossas avós, tias, e que vão passando de geração em geração. Mas saliento que nenhuma delas possui comprovação científica.

1. Formato da barriga

Essa é clássica. Toda grávida já ouviu falar pelo menos uma vez disso durante sua gestação. De acordo com essa "teoria" se a barriga for pontuda, parecida com um melão, seu bebê será menino. Se sua barriga estiver redonda, parecida com uma melancia, você terá uma menina.

Comigo essa "teoria" deu certo, mas somente visualizando a barriga por volta de 22 semanas. Muito depois disso, a barriga foi crescendo e no final da gestação quase não tinha diferença em uma e outra gravidez.

2. Alimentação

 O que "dizem" os populares é que se a mulher tem mais vontade de comer alimentos salgados ela terá um menino; se tiver mais vontade de comer alimentos doces terá uma menina.

Comigo não funcionou: na gestação do meu filho queria comer doce e da minha filha, alimentos salgados.

3. Linha nigra


A linha nigra é aquela linha que aparece na barriga da maioria das mulheres a partir de uma certa altura da gravidez. Segundo os populares, se a linha for até o topo da barriga, chegando até o estômago, o bebê será menino. Se a linha aparecer até o umbigo, o bebê será menina.

Eu já escrevi um post falando desse mito. Veja mais em Linea nigra: o que é e a desmistificação de um mito.

4. Enjoos

Essa é clássica. Se você tiver poucos enjoos você terá um menino, se não, seus enjoos forem fortes e frenqueste, seu bebê será menina.

Comigo essa não funcionava: tive muito enjoo nas duas gestações.

5. Pele


Dizem que se a pele da mulher ficar mais bonita, muito provável que ela esteja grávida de menino. Mas se a pele ficar mais oleosa, com tendência a espinhas, ela espera uma menina.

Conclusões


Como eu disse no início do post, nenhum desses métodos é comprovado cientificamente e são apenas conhecimentos populares que são passados de geração a geração, não servindo como parâmetro para se saber com certeza o sexo do seu bebê. É claro que pode até dar certo, mas tem uma grande possibilidade de dar errado.

Você pode tentar identificar o sexo do seu bebê por um desses métodos, mas só comece a comprar as roupinhas após exames mais confiáveis (como o ultrassom e sexagem fetal).

E com você, algum desses métodos funcionou? Conta para gente!

Abraços a todas.

sonhadamaternidade.blogspot.com.br


 
Topo